domingo, 16 de setembro de 2012

CLAMOR DE SÚPLICAS E AÇÕES DE GRAÇAS

Graça e Paz da Parte de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, como dizia o apóstolo Paulo, irmãos/ãs, vamos ler Salmo 28 - 2 a 5: Ouve-me as vozes súplices, quando a ti clamar por socorro, quando erguer as mãos para o teu santuário. Não me arrastes com os ímpios, com os que praticam a iniquidade; os quais falam de paz ao seu próximo, porém no coração têm perversidade. Paga-lhes segundo as suas obras, segundo a malícia dos seus atos; dá-lhes conforme a obra de sua mãos, retribui-lhes o que merecem. E visto, que não atentam para os feitos do Senhor, nem para os que as sua mãos fazem, ele os derribará e não os reedificará.
Então meus irmãos/ãs, o que vocês acham deste texto, o salmista esta clamando por justiça, com certeza ele estava passando por alguma injustiça, e ele clamou também para que não se tornasse ímpio como aqueles que estavam lhe atingindo, pois quando somos perseguidos aí é que somos provados no fogo do Senhor, pois a perseguição causa em nós uma certa raiva, só o Senhor Deus mesmo para nos fortalecer e nos tirar essa raiva do coração, e creio, Ele tira, em nome de Jesus.
Então, passamos a orar para aquela ou aquelas pessoas que nos prejudicaram ou fizeram algo que nos atingiu, e o Senhor derrama a paz em nosso coração e a certeza de que Ele irá sim, fazer justiça, em nome de Jesus.