quinta-feira, 17 de novembro de 2011

ATENTEM AS NOVAS DICAS DE SAÚDE

23ª Dica de Saúde - Abuse do Molho de Tomate:
O molho de tomate não industrializado é bom para a saúde, segundo o médico americano Michael Roizen, autor do livro idade verdadeira, e fundador do Real Age Institute, um dos mais respeitados centros de estudo da saúde humana, diz que dez colheres de molho de tomate ingeridas semanalmente reduz o risco de 11 tipos de câncer. O tomate é rico em licopeno, encontrado nos vegetais vermelhos.


24ª Dica de Saúde - Durma bem:
Estudos dizem que a insônia crônica tem um impacto negativo nas funções metalóbicas e endócrinas. Quando se dorme menos de 5 horas ocorre um desequilíbrio no metabolismo.


25ª Dica de Saúde - Conte até cinco:
De acôrdo com a OMS - esse é o numero mínimo de porções de frutas e vegetais por dia que uma pessoa necessita consumir. A OMS defende que uma alimentação balenceada é rica em vitaminas, fibras e minerais e reduz 40% o risco de câncer.


26ª Dica de Saúde - Vá ao oftalmologista:
Depois dos 50 anos a chamada vista cansada é comum, com a idade aumentam os riscos de glaucoma e cataratas, alterações de fundo de olho indicam diabetes e hipertensão. 


27ª Dica de Saúde - Modere a carne vermelha:
Pesquisa feita em 10 países europeus concluiram que o consumo diário de carne vermelha aumenta o risco de câncer de intestino em até 35%, mas não a evite totalmente, proteínas são essenciais para quem faz exercícios regularmente, não só dá resistência mas também ajudam a tornear os músculos. 


28ª Dica de Saúde - Faça sexo regularmente com seu cônjuge:
A atividade sexual traz sensação de prazer e bem estar, combate o stress, aumenta a auto estima e queima calorias. Estudos mostram que quem são sexualmente ativos, são mais saudáveis.  A OMS diz, o sexo é um dos 4 pilares da qualidade de vida, ao lado do prazer no trabalho, da harmonia familiar e do lazer. 


29ª Dica de Saúde -  Faça exercícios regularmente:
Segundo a Associação Americana do Coração o sedentarismo aumenta o risco de doenças coronarianas em, pelo menos uma vez e meia, exercícios diários moderados ajudam a aumentar a vida em até 6 anos.